A forma como as pessoas mudam é muito influenciada pelo porquê delas mudarem. E elas são mais bem-sucedidas nesse processo quando optam por fazê-lo. Esse é o ponto no qual o coaching pode trazer problemas, porque as mudanças normalmente são mais impostas do que propostas. Quando sentimos que algo nos está sendo imposto – mesmo que seja para nosso próprio bem – nossa reação natural é resistir. Desta forma, se você está ajudando alguém a mudar, a primeira coisa que você deve observar é seu dever de desenvolver uma abordagem que aumente, ao invés de limitar, a motivação dele ou dela. Foque em fazer perguntas mais do que em dar pequenas palestras. Seu trabalho é ajudar as pessoas a descobrirem causas para a motivação que elas já possuem, e, desta forma, serão mais dispostas a tomar atitudes. Se encarar conversas de coaching como entrevistas ao invés de sermões, você será muito mais bem sucedido.

Adaptado de “You Might Be the Reason Your Employees Aren’t Changing”, por Joseph Grenny.

Share with your friends









Submit