Em matéria de desastres econômicos, a bolha da South Sea de 1720 foi extraordinária, envolvendo o governo britânico, a South Sea Company e muita especulação financeira.

A bolha foi indiscutivelmente o primeiro escândalo financeiro que chegou aos olhos do público. O fundador da empresa, o líder conservador Robert Harley, era um propagandista perspicaz que defendeu incansavelmente a empresa, atraindo Jonathan Swift e Daniel Defoe em sua empreitada. Mas, num artigo escrito um século depois, o jornalista Charles Mackay também culpou especuladores e investidores comuns, que “já não estavam satisfeitos com o lento mas garantido lucro da cautelosa empresa”.
Não é de surpreender que tanta ganância e patifaria dessem lugar à sátira. Essas cartas de baralho, que datam de 1721, descrevem os vários personagens capturados pela febre especulativa.
 

Clique na imagem
 

 

 
 Clique na imagem
Share with your friends









Submit