Muitos administradores acreditam que transparecer confiança traz credibilidade. Este é o motivo pelo qual eles costumam odiar aparentar insegurança – mesmo quando é impossível prever o que virá. Mas pesquisas mostraram que a superconfiança dos CEOs tendem a fazê-los tomar decisões desnecessariamente arriscadas, principalmente no que se refere à remuneração de acionistas. Deste modo, as empresas só sairão ganhando se os líderes começarem a aceitar suas incertezas e aprenderem a comunicar isso aos empregados. Ser aberto sobre as coisas que não se tem certeza ajuda você a evitar decisões ruins e permitir que outros confiem em você. Na próxima vez que você encarar um momento de incerteza, em vez de focar na possibilidade melhor ou mais provável, tenha disponível um leque de possibilidades. Quem lidera deve usar essa técnica mais frequentemente a fim de evitar a armadilha da confiança excessiva.

Adaptado de “Smart Leaders Are OK with Seeming Uncertain”, por Don Moore.

Share with your friends









Submit