Na última contagem, o Twitter tinha meio bilhão de usuários — autores, no total, de cerca de 175 milhões de tweets por dia. A cada segundo são abertas 11 contas novas. Mas qual, exatamente, o valor dessas mensagenzinhas de no máximo 140 caracteres?

Para descobrir, três pesquisadores criaram um site e pediram a 1.443 usuários que avaliassem a qualidade de 43.738 tweets. Em seguida, dividiram um subconjunto (4.220) em oito categorias*. A conclusão mais impressionante? Só 36% dos tweets mereciam ser lidos — parcela menor do que seria de supor, já que usuários do Twitter só seguem quem querem.

Os pesquisadores advertem que os voluntários eram gente interessada em tecnologia e de olho no
noticiário (muitos souberam do estudo por sites como TechCrunch e CNN.com). Logo, talvez não representem usuários do Twitter em geral. Ainda assim, o estudo rendeu um punhado de dicas úteis para manter seus seguidores interessados: seja claro — não fale em código nem só para iniciados. Não abuse de hashtags. Não retuíte conversas privadas.

“O segredo é saber quem é seu público e que cada pessoa pode ter valores distintos”, diz Paul André, um dos autores do estudo.

 

Pesquisa de Paul André, da Carnegie Mellon University, Michael Bernstein, do MIT, e Kurt Luther, do Georgia Institute of Technology

 

 

 

 

clique na imagem para ampliar

Share with your friends









Submit