Comunicação

A arte do acompanhamento sutil

HBR
4 de fevereiro de 2021

Todos nós já passamos por isso: você envia um e-mail para alguém pedindo uma conversa, informações, sugestões ou uma introdução… e não obtém resposta. É frustrante, mas você não deve chegar à conclusão de que está sendo ignorado. Estamos todos passando por muita coisa atualmente, então aqui está como dar seguimento de maneira suave. Comece com um assunto atraente. Evite frases genéricas como “Verificando” ou “Checando”, que não são apenas vagas, mas também podem fazer o destinatário se sentir mal por demorar para responder (atrasando ainda mais a resposta). Em vez disso, seja mais específico, por exemplo, “Próximas etapas no projeto X” ou “Pergunta sobre o formulário de emprego”. Em seguida, esteja atento ao seu tom. Pesquisas mostram que e-mails com tom ligeiramente a moderadamente positivo têm uma taxa de resposta 10 a 15% maior do que mensagens mais neutras. Portanto, tente ser amigável e educado. Por fim, seja sucinto e específico sobre sua pergunta – e ofereça ao destinatário uma saída fácil. Isso dará a ele a oportunidade de se salvar e preservar o relacionamento. Se você fizer tudo isso e ainda não receber uma resposta, seja cuidadoso ao fazer o acompanhamento novamente. Pode ser necessário superar as perdas e seguir em frente.

Essa dica é adaptada de “How to Follow Up With Someone Who’s Not Getting Back to You,” de Rebecca Zucker

Compartilhe nas redes sociais!

replica rolex